Portrait of teen girl touching her face and looking for acne on blue background

Acne Vulgar: Você Conhece Esse Problema?

A acne é uma doença de pele que traz bastante desconforto para os pacientes, principalmente para os adolescentes, que são os mais acometidos por esse problema. A condição se torna ainda pior quando o quadro evolui, causando inflamações e lesões mais agressivas.

Você já ouviu falar neste tipo de acne? Sabe como ele é causado? Caso não, continue a leitura deste post. A seguir, você vai conhecer tudo sobre essa patologia.

O que é acne vulgar?

Trata-se de uma doença de pele não contagiosa bastante comum e que está diretamente ligada à produção dos hormônios sexuais masculinos. Geralmente, se manifesta na puberdade, adolescência e no início da vida adulta, tanto em homens quanto em mulheres.

Ademais, a acne vulgar afeta o funcionamento das glândulas pilossebáceas que passam a fabricar uma quantidade maior de sebo. Com isso, os poros não conseguem eliminar toda essa secreção, que se acumula na região e forma os comedões abertos e fechados (cravos).

Ainda, esse depósito de secreção gordurosa que se forma na pele favorece a proliferação de bactérias, principalmente da Propionibacterium acnes. Além disso, a acne vulgar pode ser classificada das seguintes formas:

  • comedônica (grau I): se caracteriza pelos comedões abertos e fechados sem sinal de inflamação;
  • pápulo-pustulosa (grau II): são os comedões, espinhas e pápulas vermelhas inflamadas que apresentam pus;
  • nódulo-cística (grau III): ocorre quando surgem cistos, uma lesão mais profunda, inflamada e dolorosa;
  • conglobata (grau IV): são os nódulos, abscessos e cistos purulentos que se tornam muito inflamados. Este tipo pode afetar consideravelmente a aparência do paciente;
  • fulminante (grau V): é a forma mais grave e rara de acne, prejudicando a saúde do paciente e exigindo internação hospitalar.

Como é causada?

A acne é uma doença multifatorial, ou seja, possui diversos fatores associados ao seu aparecimento. Entre os fatores mais comuns estão: hereditariedade, predisposição genética, alterações hormonais, infecção por bactérias e estresse emocional.

Além disso, a alimentação exerce grande influência no surgimento ou no agravamento do quadro. Assim, é necessário evitar o consumo de alimentos gordurosos, como chocolates e frituras. Ademais, o uso de dermocosméticos gordurosos também deve ser interrompido.

Quais os sintomas?

O sintoma mais característico da acne vulgar é o aparecimento das lesões na face, ombro, peito e costas. Geralmente, o paciente também relata coceira, dor e irritação nas áreas mais acometidas. 

Ainda, em função do impacto negativo que causa na aparência, o indivíduo também pode desenvolver transtornos emocionais que comprometam sua sociabilidade e autoestima. Em casos graves, também surgem cicatrizes profundas.

Como é o tratamento?

O tratamento da acne vulgar varia de acordo com o tipo e a gravidade das lesões. Em casos leves, recomenda-se a aplicação de ácido retinoico, tretinoína ou peróxido de benzoíla. Esses medicamentos desobstruem os poros, reduzem a oleosidade e impedem a infecção por bactérias.

Ademais, quando há inflamação e/ou presença de pus, é necessário utilizar antibióticos por via oral, tópica ou em forma de injeções que são aplicadas diretamente nas lesões. Quando recomendado por um dermatologista, o peeling químico e a dermoabrasão contribuem com o tratamento.

Quando o quadro é grave, o melhor tratamento é a isotretinoína oral. Porém, sua utilização é limitada pelos efeitos colaterais. Por isso, antes do seu uso, é preciso realizar testes e exames laboratoriais para avaliar a saúde do paciente.

Enfim, a acne vulgar é uma condição que pode se tornar um risco à vida. Portanto, acompanhe o surgimento dessas lesões, converse com seu dermatologista e avalie a possibilidade de iniciar um tratamento preventivo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp