Young woman applying exfoliating product on her face while looking at mirror, wearing a bathrobe and wrapped in towel.

Esfoliante: quando usar e quais os benefícios?

Quem deseja ter uma pele saudável e manter o aspecto jovial por muito tempo, precisa conhecer a importância de utilizar um esfoliante. Essa prática traz vários benefícios, mas deve ser feita com moderação e equilíbrio.

Você sabe quando é o momento certo de fazer a esfoliação da pele? Conhece os benefícios dessa prática? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, explicaremos tudo o que você precisa saber a respeito do tema.

O que é a esfoliação da pele?

A esfoliação é uma técnica utilizada com o objetivo de promover uma limpeza profunda da pele, de modo que as células mortas sejam removidas através da descamação ou abrasão. Para isso, podem ser utilizados sabonetes, óleos, ácidos ou cremes.

Ainda, o uso de um esfoliante é indicado para peles oleosas, secas, mistas e sensíveis ou não. Porém, para evitar algum prejuízo, é necessário buscar a orientação de um dermatologista no que diz respeito à escolha pelo melhor produto.

Por que essa prática é importante?

A esfoliação é uma ação necessária para quem deseja amenizar a aparência de marcas, como as manchas provocadas pela acne. Isso porque ajuda a eliminar as células mortas da superfície da pele e estimula a produção de novas células.

Neste sentido, é uma prática essencial para manter a superfície cutânea saudável e equilibrada. Porém, o procedimento deve ser feito com moderação. Caso contrário, pode causar irritação, sensibilidade e/ou a descamação acentuada da pele.

Como fazer a esfoliação?

Apesar de ser uma técnica de simples execução, ela requer alguns cuidados. O primeiro deles é escolher o produto ideal para sua pele. Posteriormente, para aplicá-lo, faça movimentos circulares firmes. Em seguida, enxágue e pronto, a pele está pronta para ser hidratada.

Ademais, o momento do banho é o mais indicado para aplicar o esfoliante. Outrossim, existem produtos específicos para cada parte do corpo. A variação está no tamanho dos grânulos presentes em cada item.

Ainda, para regiões mais ásperas, como o joelho, pernas, pés, costas, braços, cotovelos e pescoço, recomenda-se o uso de grânulos maiores. Já para o rosto, que é mais sensível, deve ser aplicado um esfoliantes mais suave.

Quais os benefícios do uso de esfoliante?

A esfoliação pode promover muitos benefícios para a saúde da pele. A seguir, listamos as principais vantagens da utilização de esfoliantes:

  • melhora a textura da pele, fazendo com que fique mais uniforme e tonalizada;
  • remove as células mortas que se acumulam na superfície cutânea;
  • beneficia a circulação sanguínea na região esfoliada;
  • desobstrui e limpa profundamente os poros;
  • ameniza a aparência das rugas e linhas de expressão;
  • combate o aparecimento de acnes e cravos;
  • evita a oleosidade excessiva da pele;
  • elimina as manchas e marcas de acne;
  • estimula a produção de novas células.

Quando fazer a esfoliação?

O dermatologista é a pessoa mais indicada para informar a frequência correta da esfoliação, pois varia conforme o tipo de pele. Geralmente, nas pessoas com pele seca, o procedimento deve ser feito duas vezes por semana.

Ainda, para as peles oleosas ou mistas, a esfoliação pode ser realizada até três vezes por semana. Nas pessoas com cútis mais sensível, uma repetição única a cada quinze dias. Quem tem acne só deve esfoliar a pele se houver recomendação médica.

Enfim, o uso de esfoliantes é recomendado para a maioria das pessoas. Entretanto, o excesso de pressão ou o uso de produtos inadequados, pode agredir a pele e provocar mais malefícios que benefícios. Por isso, a recomendação de um dermatologista é essencial.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp